Maiores investidores na Lei do Esporte em 2012


Conforme mostramos no post anterior, no ano passado a Lei Federal de Incentivo ao Esporte teve uma ligeira queda no total de recursos captados. Apesar disso, em 2012, verificamos um aumento no número de empresas que aderiram ao mecanismo: foram 1.552 pessoas jurídicas no ano passado, contra 1.479 em 2011 – o que significa uma ampliação de 5% no período.

No entanto, uma comparação com a Lei Rouanet, principal mecanismo de incentivo fiscal para a área social no Brasil, mostra o potencial que o Esporte ainda tem a explorar: em 2012, 7.668 empresas utilizaram o incentivo federal à Cultura, um déficit de 6.116 pessoas jurídicas para o Esporte. É importante relembrar que os mecanismos não concorrem entre si, sendo a Cultura passível de dedução de 4% do imposto de renda devido e o Esporte, 1%.

Quando compilamos essas 1.552 pessoas jurídicas em grupos empresariais, verificamos quais foram no último ano os principais investidores na Lei do Esporte.

A ordem acima difere do ranking dos maiores grupos empresariais da Lei Rouanet – que, caso fossem respeitada a proporção de 4:1 entre os dois mecanismos, deveria ser a mesma.

 A análise comparativa entre os dois mecanismos pode ser muito rica para aqueles que buscam compreender onde estão as oportunidades para a captação de recursos no Esporte, inclusive para o próprio Ministério, que vem buscando formas para ampliar a base de empresas e os valores aportados no mecanismo.

(Publicado em 22 de julho de 2013)